GTISUL – ninguém sabe o que é, mas está na sua vida

GTISUL – ninguém sabe o que é, mas está na sua vida

Tempo de leitura: 2 minutos

Subtítulo — Como um grupo de abnegados se transformou numa importante força nacional de TI

GTISUL é um agrupamento de gestores de TI de várias empresas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina que promove troca de informações sobre fornecedores e diversas outras ações.

Ninguém sabem o que é por quê… Está no fim do mapa do Brasil.

Bem abaixo na representação geográfica, num estado (Rio Grande do Sul) quebrado e amparado por outro em situação melhor (Santa Catarina).

Mais: o grupo nem é da capital, mas do Planalto Médio e arredores (você nem sabe onde fica o Planalto Médio do Rio Grande do Sul, hein, hehehe).

Mas o GTISUL está em sua vida uma vez que envolve inúmeras empresas do setor agropecuário, de infraestrutura, universidades e outras áreas que influenciam seu cotidiano, more você no Oiapoque até o Chuí.

Daí por que isso?

Por que ele reuniu, num dia de rachar a terra, 20 profissionais de diferentes empresas (algumas com apenas 2 pessoas no departamento de TI) para um curso comigo no sábado, dia 10 de novembro.

Sem apoio do governo; sem pedir grana de capacitação ao Sebrae ou outro “S”.

Sem passar o chapéu a instituição governamental alguma para promover o treinamento.

Por que considera que ações deste tipo — capacitação — são importantes para as empresas.

Mais: já organizou um MBA em Gestão Estratégica de TI na região.

Já inquiriu diversos fornecedores na Arena (fornecedor no meio da sala, associados ao redor).

Quando eu vejo, nas minhas caminhadas Brasil afora (ou adentro), como é difícil as empresas se organizarem para alavancar ações de interesse comum — independente de participação de algum órgão governamental — me encho de orgulho ao ver uma representação tão bem-sucedida e duradoura como o GTISUL.

Mais: é gente simples; gente como a gente, cheia dos problemas, dos atropelos, das demandas.

Mas que reconhece o poder da junção pra fazer pressão num mau fornecedor. Ou pra elogiar e contratar os bons.

Pra montar um grupo Whatsapp onde não rola religião, política, bobagens; somente “- Alguém sabe de um fornecedor que oferece ainda a placa YZD do computador WWW?” e coisas assim.

Bah, GTISUL, meus parabéns.

Voltei de Passo Fundo mais bobo que papagaio de porre!

De admiração. De respeito.

Que sirvam de modelo vossas façanhas 😉

Abrazon

EL CO

PS: Na cidade de Passo Fundo ainda é possível sentar na rua às 21:30 e ficar conversando sem medo, sem a pulga atrás da orelha. Esse meu país é bem curioso mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *