“Quero ser gestor de TI” – se este é seu objetivo ou se está prestes a assumir esta posição, este artigo é para você!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Se você diz: ” Quero ser gestor de TI “, há dois segredos simples para chegar ao seu objetivo – saber O QUE FAZER e o QUE NÃO FAZER!

Vamos analisar os dois lados da questão e te ajudar a chegar lá! Saber o que NÃO DEVE FAZER pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso em várias situações na vida, inclusive ao assumir um cargo de liderança em ti. Muitos que dizem: “ Quero ser gestor de TI ” estão preocupados em aprender muitas técnicas, obter certificações, falar outros idiomas e concluir MBAs.

Com certeza estão no caminho certo, mas conhecer os erros alheios, pode ajudar e muito a não ter sua carreira arruinada logo no início.

Afinal, todo mundo já ouviu falar de um gerente ruim, certo? A coisa é tão séria que já inspirou muitos artigos, livros como  “Chefes ruins, colegas de trabalho loucos e outros idiotas do escritório”, de Vicky Oliver, e filmes como “Quero matar meu chefe” 1 e 2! A revista americana Time até mesmo publicou um ranking com os 10 piores chefes.

Com certeza, você não gostaria de fazer parte de uma lista assim, nem ser tópico das conversas maledicentes ao redor do café e pelos corredores, ou ser identificado como o personagem destes livros e filmes. Isso significaria ver seu objetivo de tornar-se um bom gestor ir por água abaixo.

Mas se você aprender o que NÃO DEVE FAZER, terá boa parte do seu sucesso garantido!

Por outro lado, quais são as atitudes certas? O que fará você melhor do que outros para assumir tal desafio? E mais importante: o que fará você ir mais longe?

Para te ajudar nesta empreitada, criei veja a seguir um checklist com os maiores erros cometidos por gestores e que te ajudarão a fazer uma autoanálise.:

 

  1. Não construir conexões com seus pares, líderes empresariais e alta gerência
  2. Incapacidade de Influenciar (pares, alta gerencia e subordinados)
  3. Dificuldade de liderar sua equipe (influenciar, construir e manter)
  4. Confiança traída
  5. Não isole sua equipe do resto da empresa
  6. Incapacidade de pensar estrategicamente
  7. Diferenças estratégicas com a Gestão
  8. Falhas em delegar
  9. Resistência a mudanças
  10. Excesso de confiança, Defensividade ou Arrogância
  11. Falta de vontade de buscar ou aceitar feedback
  12. Resposta deficiente a uma crise

 

Pesquise mais e procure ajuda nos pontos onde não tem domínio! Lembre-se que ter sucesso depende em grande parte do seu próprio esforço.

Também conte comigo nesta jornada. =)

 

5 Comentários


  1. Mestre estou com aquela dúvida clássica, rsrs, uma pós-graduação ou a certificação em PMP, ITIL ou Scrum. Já devorei todo seu conteúdo e como escala de crescimento tracei suas sugestões ITIL -> ISO20000 e se necessário o COBIT. Sou graduado em engenharia de automação e vejo cada vez mais essas duas áreas juntas. O PMP creio que já passou da hora, rsrsrs, mas a dúvida é fazê-lo antes das certificações em TI ou substituir essa turma por uma pós em governança ou gestão de TI. Grande abraço. Já estou com seus cursos no carrinho da Udemy =)

    Responder

    1. Opa, tudo bem Herbert? assunto polêmico..hehe..

      Acredito que o caminho da certificação vale mais a pena do que o da pós/ MBA. Acredito no poder destes em um momento de assumir um cargo mais executivo, e eu sempre optaria por escolher um tema totalmente diferente do que eu já comprovei através das certificações. Por exemplo, se eu já sou PMP, nunca faria uma pós ou MBA em gestão de projetos, e sim algo que fosse complementar em alguma área de business – marketing, vendas, finanças, etc.

      Abração!

      Responder

      1. Exato! Me ajudou muito. Mais uma vez, muito obrigado. Vou fazer a certificação PMP ou CAPM (caso não dê as 4500h rsrs) e paralelo a ITIL. Com a necessidade do mercado ou carreira faço posteriormente a ISO/Cobit. Sobre a pós, penso da mesma forma. Como sou de engenharia de automação a especialização faria em TI ou eng de Produção.
        Fechar a compra do seu curso aqui então e garrar estudando =)
        Abraço.

        Responder

  2. Olá Mestre!
    Sou Analista de suporte em TI graduado em Rede de Computadores, já tenho ITIL Foundation e pretendo agora tirar a ISO 20000. Meu projeto é ir para área de Gestão em TI fazendo uma pós na área. Minha duvida aqui é a seguinte: qual a diferença e qual tem mais peso? A ISO 20000 Foundation Bridge ou, apenas a ISO 20000 Foundation? Já estou com seu curso na UDEMY em mãos rsrs.. Abraço!

    Responder

    1. Oi Leandro, acho que respondi sua dúvida lá no forum do curso, certo? Mas de qq maneira, não há diferença entre essas certificações em termos de reconhecimento. Uma é voltada para quem já é certificado em ITIL Foundation (ISO20K Bridge) e a outra para quem precisa comprovar conhecimento mais amplo em ger. de serviços (ISO20K Foundation). Abco!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *