Ah não, Net, não!

Ah não, Net, não!

3 minutos Segunda-feira pela manhã iniciei a perambulação tradicional de facebook, whatsapp, UOL e coisas assim que um procrastinador inventa para fugir das suas obrigações quando tocou o sinal da caixa de e-mail. Opa, uma daquelas mensagens com sabor isopor (tipo cerveja zero álcool) da NET. Só que não. Desta vez era um pedido de preenchimento de pesquisa de satisfação. E preciso confessar: eu respondo todas. Um tanto pelo viés profissional de acompanhar o que o mercado faz; a maior parte de curiosidade mesmo. E nos últimos tempos Continue lendo

Evite ser tiranizado por velhas métricas

Evite ser tiranizado por velhas métricas

7 minutos Vejam só… Admirável é a natureza. Fui a Londres no final de maio e peguei dias de sol espetaculares. Em compensação, há mais de 15 dias respiro água aqui nos pampas, com dias recheados de chuva fina ou cinza absoluto, modorrento, xarope, deprê e outras nhecas brabas. Inda ontem surgiram algumas faixas solares na abóboda celeste e me empolguei — por que sou movido a emoções e sentimentos, hehehe e resolvi escrever. Caboclo velho que sou, encosto o texto deste post no Continue lendo

Entrevista de emprego, nada mudou… Ou mudou??!

Entrevista de emprego, nada mudou… Ou mudou??!

8 minutos Ontem li um artigo no Computerworld BR intitulado Tem mais de 40 anos? Filhos? Veja 9 itens que estão fora de moda em entrevistas de emprego. Fiquei pensativo e passei a ruminar vários itens ali expostos. Obviamente, não me considero o dono da verdade. Até aceito se você, querido leitor, discordar de mim em no máximo 20% (mais do que isso é sacanagem!!!). O artigo indicado foi escrito por um profissional da Page Personnel, uma empresa de expressão mundial. Mas… Independentemente de onde Continue lendo

Um novo livro NACIONAL sobre SLA e SLM

Um novo livro NACIONAL sobre SLA e SLM

3 minutos Você veja, eis que me chega às mãos um novo livro sobre o tema. A preocupação de 98 de 100% profissionais da área, SLA e SLM! Ainda temas a serem desenvolvidos de forma mais intensa dentro da nossa comunidade. Isso por que muita gente ainda confunde e chama prazo de SLA, mas a esse tópico não vou retornar, hehe. Senão viro um chato de galochas, como diziam antigamente. Bafejado pela gentileza, o livro foi enviado por um de seus autores, Fernando Só e Silva. Continue lendo

Como assim, zero chamados no mês e SLA não atendido?!

Como assim, zero chamados no mês e SLA não atendido?!

3 minutos Pois é… SLA virou uma corruptela (ato de corromper, no caso, o sentido original da palavra) de prazo no mercado. E o que podemos fazer? Então a questão é: se não rolou sequer um chamado no mês (hipoteticamente), como posso não ter atingido o SLA? Pléin, pléin, pléin, todo curso explico a mesma coisa. E como às vezes parece que não tenho competência para explicar (charminho meu, tenho sim), eis que fuçando em minhas antigas leituras encontrei um bom texto sobre o assunto. O exemplo Continue lendo

Como Baldin e sua sopa de letrinhas (MTFC, NLU, etc.) podem confundir você

Como Baldin e sua sopa de letrinhas (MTFC, NLU, etc.) podem confundir você

5 minutos Caramba, estou de volta. Fiquei quase duas semanas na Inglaterra e Escócia, países onde BMWs ficam estacionadas na rua, noite e dia. Onde numa só semana se assiste musicais como o Fantasma da Ópera, Mamma Mia e Rei Leão. E onde a gente vê Ferraris em engarrafamento de trânsito (mais do que chuchu na cerca)! Bah, tchê, eu só entendia só metade do que falavam. Sou pouco fluente no idioma inglês, ainda mais quando utilizam palavras diferentes do que estou acostumado: “queue” Continue lendo

Máximas da gestão enquanto minha hora não chega

Máximas da gestão enquanto minha hora não chega

3 minutos Estou aqui nos pampas debalde (não confundir com “de balde”, pois debalde significa “em vão, inutilmente; embalde”). Quinta-feira viajo de férias para Londres e como toda véspera de trégua, nada se faz 😸. Até por que delego todo planejamento para minha esposa (mas faço minha parte que é juntar os pila pra viagem). Quero ver se ainda pego uma xepa de feira do casamento do príncipe. Porém, esse web check-in é mais demorado que enterro de rico, demora uma barbaridade pra abrir e resolvi escrevinhar Continue lendo

Gestor, o que lhe trouxe até aqui não vai levá-lo mais adiante

Gestor, o que lhe trouxe até aqui não vai levá-lo mais adiante

7 minutos Hoje é dia… De comentar que repassei algumas leituras de 2015 (em verdade, os resumos delas) e encontrei o What Got You Here Won’t Get You There de Marshall Goldsmith (no Brazil publicado como Reinventando seu próprio sucesso). Indubitavelmente é o mesmo conceito apresentado pelo guru Peter Drucker em O melhor de Peter Drucker em que ele cita: Ah, novo gestor, o que você deveria estar fazendo agora para ser eficaz em seu novo emprego? Diachos, elas assumem sua nova atribuição, mas continuam fazendo o que as Continue lendo

Seus processos querem pais. Ou mães!

Seus processos querem pais. Ou mães!

5 minutos Gritos abafados: “Eu quero um dono!” É o que reclama todo processo em um centro de suporte técnico. Raramente, infelizmente, como se chorasse ao vento, ele é atendido. Os motivos da orfandade são vários e explorá-los-ei (uau, que mesóclise, pareço o Temer!) neste escrito, mas adianto que o resultado é sempre igual: inúmeros processos esperando adoção por alguém. Meu, os processos devem ter um dono (ou dona) E a resposta é simples e imediata: por que alguém deve cuidar e garantir o seu progresso, Continue lendo